Aulas de yoga beneficiam empregados na Embrapa Pecuária Sudeste

(28/06/2011)

O clima de fazenda já contribui para o bom ambiente da Embrapa Pecuária Sudeste (São  Carlos, SP). Agora, seus empregados contam com mais uma aliada na busca pela qualidade de vida no trabalho: aula de YOGA. A iniciativa começou em maio como parte das ações de clima organizacional da Unidade. Duas vezes por semana, um grupo de 26 empregados pratica o yoga em aulas das 14 às 15 horas. A duração do curso é de dois meses. Em agosto, terá início a segunda turma, e a ideia do Comitê Local de Clima Organizacional é ampliar a iniciativa.

A ação é uma parceria da Embrapa Pecuária Sudeste com Departamento de Educação Física e Motricidade Humana da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), que esta desenvolvendo estudos para descobrir os efeitos da prática do yoga no controle postural e no bem estar dos trabalhadores.

O objetivo é investigar se haverá repercussões no ambiente de trabalho e na atividade laboral. Cada participante será avaliado antes e após término do programa, por meio de questionários e de um teste de equilíbrio.

Filosofia de vida

As aulas são ministradas pela professora Maria Avelar, com 26 anos de experiência. Segundo a instrutora, o yoga é a única filosofia de vida que trabalha o corpo. Porém, o objetivo é acalmar a mente para que o praticante se sinta bem em todos os aspectos - emocional, físico, mental e espiritual. Algo que tem tudo a ver com a melhoria da qualidade de vida no trabalho.

A ideia da pesquisa em empresas surgiu quando Maria soube da experiência das aulas de yoga em uma indústria de computação na índia. La, os benefícios sobre a saúde dos empregados, antes com o desempenho afetado pelo estresse, foram visíveis. “Já existem empresas que oferecem o yoga laboral", diz. Algumas semanas depois do inicio do curso, ela já percebe a aparência mais tranquila dos empregados.

Um deles é o assistente José Maurício Pereira. Empregado de campo, ele já vê resultados na respiração e na postura, e também se sente mais calmo. “Meu trabalho é pesado, cuidar da coluna é fundamental para não causar problemas e fazer o serviço render mais", diz. Ele pretende continuar e já esta na lista de espera para as aulas de yoga no clube de sua cidade.

De acordo com Silmara Barcelos, analista do Setor de Gestão de Pessoas, a maioria dos empregados tem demonstrado grande interesse em participar das aulas. E a primeira oferta de atividade física na unidade, atendendo a uma antiga reivindicação. "Nem preciso insistir para que todos compareçam a aula", afirma. Uma das alunas, ela já sentiu melhora na postura e mais tranquilidade no restante do dia. Uma experiência que contribui para o equilíbrio interno da Unidade.

Texto: Larissa Morais - MTb 48218 / SP 

Embrapa Pecuária Sudeste

Contato: (16) 3411-5704; O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhar: